segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Pão Integral com Aveia e Linhaça

Entre uma laçada e outra o pensamento viaja e numa dessas viagens me veio uma saudade enorme de fazer pão, outra das minhas paixões além dos trabalhos com fios e agulhas.

Dentre as centenas de receitas, e muitas delas excelentes, nenhuma que me atraísse naquele momento. Qual fazer então? Penso, penso, verifico os ingredientes e resolvo adaptar uma receita de pão branco para pão integral acrescentando aveia e linhaça.

Com absoluta falta de modéstia posso dizer que o resultado não poderia ser melhor. A aprovação foi geral.

PÃO INTEGRAL COM AVEIA E LINHAÇA

Ingredientes

3 ovos

1 xícara de chá de óleo

1 xícara de açúcar mascavo

1 colher de sopa de sal

500 ml de água morna

600 gr de farinha de trigo integral fina

400 gr de farinha de trigo branca

20 gr de fermento biológico seco instantâneo (Fermix)

1 xícara de chá de aveia grossa (não a laminada e sim a intermediária entre esta e a fina)

1 xícara de chá de semente de linhaça triturada (eu já tinha aqui em farelo, mas dá para tritura-las no liquidificador)

Modo de fazer

No liquidificador e nesta ordem: os ovos, o óleo, o sal, o açucar, a água, um pouco da farinha branca e o fermento → bater até homogeneizar.

Na batedeira: colocar a mistura obtida no liquidificador e acrescentar aos poucos o restante da farinha enquanto vai batendo. Bater bastante mesmo depois de colocar toda a farinha → a massa deve formar bolhas. Se necessário, desligar um pouco a batedeira de vez em quando. Por último acrescentar a aveia e a linhaça, batendo mais alguns minutos.

Na bancada enfarinhada (com farinha branca): colocar a massa obtida na batedeira e ir amassando, virando, sovando bastante → massa de pão gosta de apanhar!

A massa no começo está meio pegajosa, mas aos poucos vai ficando mais firme → continuar amassando.

De repente ela “desmaia”, fica molenga e pegajosa de novo → não desanime!

Continuar amassando colocando um pouquinho de farinha de vez em quando, só para aliviar aquele grude da mão. Se necessário polvilhar mais farinha na bancada (só um pouquinho) → a massa voltará a ficar mais firme.

Dividir a massa como preferir, formar os pães e colocá-los em formas untadas com uma camada fina óleo → com um pouquinho de massa fazer uma bolinha e colocar em um copo com água.

Cobrir os pães com guardanapo + um pano quente (flanela, lãzinha) + um plástico e por fim uma toalha (de mesa) e levar ao forno previamente aquecido e depois DESLIGADO!! → ele estará quentinho e não há estufa melhor para o pão descansar enquanto cresce → Atenção!! O forno deve ser aquecido levemente.

Quando a bolinha subir os pães estarão crescidos e é só levar para assar → quando estiverem bronzeados, borrifar água fria 3 vezes antes de retirá-los do forno. Isso deixa a casca mais crocantinha.

Desenformar assim que sairem do forno.

Observações:

Os pães ficam leves e muito saborosos.

Os meus levaram 40 minutos para crescer e aproximadamente esse mesmo tempo para assar.

Esta receita tem algumas etapas mas não é trabalhosa.

Aqui o tempo hoje está chuvoso e a temperatura mais baixa, mas em dias quentes embrulho os pães da mesma forma só que em vez do forno, coloco para crescerem no sol. Sempre dá certo.

Em dias quentes pode-se também diminuir a quantidade de fermento.

Eu gosto de usar formas para pão de forma porque assim os pães tem de crescer, obrigatoriamente, para cima e não se “esparramam”.

É isso. Mão na massa e bom apetite!

Um comentário:

Jil Sousa disse...

Oi, menina!
Quanto tempo!
Tudo bem contigo?
Não sei se vc se lembra de mim, sou a Jil do antigo Crocheterapia. Trocamos quadradinhos. Que bom te reencontrar!
Acabei me rendendo ao mundo dos blogueiros..rs
O end é http://fartesanatoecia.blogspot.com
Se quiser aparecer, vou adorar a visita.
bjs, Jil