domingo, 10 de outubro de 2010

Colar de tráqueo em tecido

O nome correto é fixador para cânula de traqueostomia, mas eu chamo de colar (zinho) porque acho mais simpático.
Resolvi fazer para minha mãe de tecidos com estampas diversas que combinam com a roupa porque os encontrados em lojas de material cirúrgico, embora de várias marcas, são todos brancos e feitos do mesmo tipo de material que em pouco tempo estica ficando feio e com cara de coisa velha já na primeira lavada. Aqui tem uma foto (em manequim) para quem não conhece.
Fiz alguns para ver o resultado e foi aprovadíssimo. Tenho vários prontos em uso e outros já cortados e alinhavados só faltando passar na máquina e prender o velcro, mas tirei foto só de alguns para a postagem. A maioria  é em tecido de algodão, só o de estampa floral é de um tecido diferente bem leve e fresquinho também.

Colar de tráqueo em tecido

Novo local de trabalho

Agora tenho outro espaço para passar horas agradáveis em companhia dos fios, agulhas e tecidos, sem falar do meu inseparável computador, rs.
Com o home care aqui em casa para atender minha mãe foram necessárias algumas mudanças e o meu canto foi uma delas.
Tive de providenciar uma mesa de trabalho que acomodasse os apetrechos que uso com mais frequencia, já que esvaziei uma parte do armário onde tudo ficava guardado.
Como o espaço que tenho agora  não é muito, a solução foi essa: uma porta sobre dois cavaletes de alumínio que meu irmão não estava usando e cedeu prontamente para meu ateliê, rsrsr.
O resultado, uma bancada de 2,10 x 82 cm a um custo de R$ 90,00 e mais nada. Se fosse comprar uma mesa de madeira deste tamanho não sairia por menos de R$ 500,00. E ainda consegui encaixar embaixo uma mesinha de uma gaveta para acomodar mais miudezas. Perfeito!

Bancada de trabalho